OBSERVATÓRIO comenta sobre novos radares instalados na BR-290, no Sul de Minas Gerais

Matéria do jornal da EPTV 2ª edição, da rede Globo, no Sul de Minas Gerais, abordou o trecho da BR-290, entre Pouso Alegre e Jacutinga, em que três novos radares começaram a multar, somando-se aos outros 14 aparelhos já existentes no trecho. Para comentar sobre a matéria, o observador certificado do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Sérgio Carvalho, foi ouvido pela reportagem.

Como constatado pela reportagem os aparelhos que funcionavam em caráter educativo, passaram a emitir multas aos motoristas infratores, no trecho de 96 km entre as cidades do Sul de Minas Gerais. Com os 17 radares operando, soma-se uma média de 5.650 metros para cada radar. Ainda assim, o número de acidentes na via não registrou queda. A média deste ano é a mesma de 2018, 12 ocorrências por mês, mas o número de óbitos subiu de dois para três.

Para o observador certificado Sérgio Carvalho, o principal problema dos acidentes é a engenharia da via, que está ultrapassada.

“Tem que modernizar a via, tem que tirar os riscos. A via, por exemplo, em Inconfidentes, tem um trevo há anos em uma curva. E a engenharia proíbe isso, fazer um trevo em uma curva. Então existe os erros de engenharia, erro de planejamento, erro de tudo. E aí, quando não se corrige os erros primários, que nós chamamos na via, o único recurso que cabe é colocar radar para tentar suprir toda essa questão de defeito”, diz.

Leia a matéria e assista a reportagem:

https://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2019/12/02/tres-novos-radares-passam-a-multar-na-br-290-entre-pouso-alegre-e-jacutinga.ghtml

Imagem: G1/EPTV Sul de Minas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *